Novo horário de encontro na Rodoviária de BH

ATENÇÃO PESSOAL !!!!

NOVO HORÁRIO DE ENCONTRO NA RODOVIÁRIA DE BELO HORIZONTE

Para facilitar nosso translado para o Santuário do Caraça, estamos organizando um encontro na Rodoviária de Belo Horizonte para que possamos, juntos, viajar rumo a Santa Bárbara e depois ao Caraça.

Às 10:30 horas, do dia 06 de novembro, estarei em frente ao Guichê de Informações da Rodoviária e assim podemos comprar passagens juntos no ônibus das 12:00

Depois das 12:00 horas tem ônibus às 14:15, 16:15 e 17:15

De Santa Bárbara ao Caraça vamos de Taxi e assim podemos ir em grupos 2 ou 3 pessoas, dependendo das bagagens.

A empresa que faz o percurso Belo Horizonte x Sta Bárbara é a Pássaro Verde.

É importante mencionar no guichê que você deseja passagem para Santa Bárbara, próxima ao Caraça.

Isto esclarece porque a empresa também vende passagens para Santa Bárbara do Tugúrio, município de nome similar, que NÃO É próxima do Caraça.

http://www.passaroverde.com.br/portal/consulta/transporte-rodoviario

Anúncios

Depoimentos de participantes do Encontro de 1991

[…] Em relação à experiência de 91, só posso dizer que foi simplesmente FANTÁSTICA PARA MIM. Aqueles recitais na igreja foram incríveis, a sonoridade que se pode obter naquele local é 10. Um “clima” especial mesmo. Eu tive e “honra” de ser acompanhada ao órgão pela Profª Odette. Nunca me esquecerei disso. Agora, preciso confessar uma coisa: o que mais me fascinou foram os contatos pessoais que tive lá. A maneira como nos alojamos, as caminhadas, as conversas … musicais ou não… com a Odette, a sopa de cebola…que delícia!!!! Gostei tanto que depois fui a outros encontros que Odette organizou. Achava já que isso não aconteceria mais, pois há alguns anos não ouço falar desses encontros. Então, ficaria muito feliz em poder refazer essa experiência depois de 20 anos. Um grande abraço, e espero que tudo dê certo para esse encontro!!!  Angela Martinelli /SP

Estive presente no primeiro encontro de flautistas no Caraça, e , agora sendo convidada a escrever algo sobre isso, me deparo como esses anos todos não apagaram da minha lembrança. Os banhos de cachoeira, as caminhadas no meio da mata, o brilho das noites estreladas, o silencio do santuário, a comidinha feita no fogão, a convivencia com os lobos que nos visitavam todas as noites e a maravilha que é estar, reunido em torno de um mesmo objetivo, como nós estávamos: a música, a flauta… Todas essas vivencias continuam me acampanhando e são uma constante na minha vida. Sempre que possível dou um jeito de fazer trilhas pelo interior, sempre procuro um rio para tomar banho, adoro comida caseira, tenho a companhia de gatos e cachorros e continuo a tocar flauta. Obrigado ao amigo Raul e a Profª Odette que me proporcionaram essa vivencia no Santuário do Caraça, um lugar que eu ainda quero voltar !  Viviane Pasqual / RS

Em 1991, eu juntamente com um grupo de colegas flautistas, estivemos compartilhando belos dias ensolarados, cachoeiras e muitas horas de música no Caraça sob a batuta da professora Odette. Esses poucos dias, porém intensos, nos proporcionaram momentos tão ricos, que hoje, 20 anos depois, ainda guardo vivos na minha memória, vários momentos passados juntos. Posso dizer que foi inesquecível !  Ariadne Paixão / DF

O silêncio do afastamento da civilização num espaço histórico e aconchegante, mas com som de flautas por todos os cantos, em cantos que nem se incomodam. Presença de músicos experientes e querendo fazer juntos o “belo”, a discussão do “belo”, os papos e cantos, os concertos na igreja e de manhã as caminhadas. Experiência que pretendo repetir agora em outra época (já) mesmo sabendo que o tempo no Caraça e redondezas passa num ritmo que não é bem o nosso… Kim Ribeiro / MG

 

Encontro na Rodoviária em BH – Domingo 6/11

ATENÇÃO PESSOAL !!!!

NOVO HORÁRIO DE ENCONTRO NA RODOVIÁRIA DE BELO HORIZONTE

Para facilitar nosso translado para o Santuário do Caraça, estamos organizando um encontro na Rodoviária de Belo Horizonte para que possamos, juntos, viajar rumo a Santa Bárbara e depois ao Caraça.

Às 10:30 horas, do dia 06 de novembro, estarei em frente ao Guichê de Informações da Rodoviária e assim podemos comprar passagens juntos no ônibus das 12:00

Depois das 12:00 horas tem ônibus às 14:15, 16:15 e 17:15

De Santa Bárbara ao Caraça vamos de Taxi e assim podemos ir em grupos 2 ou 3 pessoas, dependendo das bagagens.

A empresa que faz o percurso Belo Horizonte x Sta Bárbara é a Pássaro Verde.

É importante mencionar no guichê que você deseja passagem para Santa Bárbara, próxima ao Caraça.

Isto esclarece porque a empresa também vende passagens para Santa Bárbara do Tugúrio, município de nome similar, que NÃO É próxima do Caraça.

Reservas/Contatos com a Pousada do Caraça

O Encontro no Caraça está se aproximando (6 a 10/11). As reservas deverão ser feitas diretamente na recepção da Pousada do Caraça. Portanto, é importante que cada pessoa ligue para lá ou envie e-mail ou ainda tente o Skype, reservando seu lugar, de acordo com sua preferência.

Os contatos são:

Santuário do Caraça – MG – (31) 3837-2698 / (31) 3837-1939
Skype:  santuario.caraca1 / santuario.caraca2
E-mail:  pousadadocaraca@hotmail.com

*** Lembramos que a Pousada do Caraça oferece vários preços, podendo ficar até 04 pessoas em um quarto, o que pode ficar mais econômico.

Vide link:

https://encontronacionaldemusicosnocaraca.wordpress.com/2011/10/13/219/)

Pedimos, por gentileza, que além de fazerem a reserva também me envie e-mail confirmando a presença para que possamos organizar melhor nossas atividades lá.

musicosnocaraca@gmail.com

É importante mencionar com o atendimento no Caraça que você está indo para o Encontro Nacional de Músicos.

Atenciosamente

Comissão organizadora


Tarifas de hospedagem na Pousada do Caraça

** ESTÁ INCLUÍDO NAS TARIFAS O CAFÉ DA MANHÃ, ALMOÇO E JANTAR

Geral:

http://www.santuariodocaraca.com.br/turismo/pousada_do_caraca.php

Ala Santuário:

http://www.santuariodocaraca.com.br/turismo/pousada/ala_santuario.php

Ala Irmão Lourenço:

http://www.santuariodocaraca.com.br/turismo/pousada/ala_irmao_lourenco.php

Claustro:

http://www.santuariodocaraca.com.br/turismo/pousada/claustro.php

Sobradinho Afonso Pena:

http://www.santuariodocaraca.com.br/turismo/pousada/sobradinho.php

 Ala da Carapuça:

http://www.santuariodocaraca.com.br/turismo/pousada/ala_carapuca.php

Casas (inclusive mostra foto da Casa das Sampaias)

http://www.santuariodocaraca.com.br/turismo/pousada/casas.php

Órgão Pe. Boavida / Igreja do Caraça

Órgão da Igreja do Caraça - N. S. Mãe dos Homens

Órgão da Igreja do Caraça - N. S. Mãe dos Homens

O órgão do Santuário do Caraça, feito para a atual Igreja e inaugurado junto com ela, em 1883, é obra-prima do Padre Luis Gonzaga Boavida. Com 628 tubos, o órgão reúne tubos portugueses (possivelmente do órgão da antiga Ermida), tubos franceses e tubos de madeira caracense. Até 1974, quando foi colocado um motor para encher os foles de ar, o órgão funcionava movido a força braçal. Alunos do Colégio ficavam atentos ao sinal dado pelo Padre organista para encherem de ar o grande fole.

O órgão foi feito de pinheiro, jacarandá e outras madeiras próprias do Caraça. O órgão tem o mesmo estilo da Igreja: arcos ogivais adornam sua frente e se erguem até a altura da rosácea frontal, sendo, por isso, não mais alta que as laterais, como exigem as regras da arte. É admirável também o complicado mecanismo usado para que o organista fique de frente para o povo. É tocado todo segundo final de semana do mês pelo organista Lucas Raposo, de Belo Horizonte-MG.

Para ouvir o órgão: http://www.youtube.com/watch?v=EkYVWvHXEK0

* Registro em outubro de 1991, com Elza Kazuko (órgão), Toninho Alves e Tina Pereira (flautas), Kim Ribeiro (violoncelo)

Fonte: http://www.santuariodocaraca.com.br/peregrinacao/interior.php

Viagem no tempo… alguns vídeos do Encontro de 1991

Quinteto de Paulo Jobim (c/ Franklin da Flauta, Kim Ribeiro, Paulo Magno Borges, Toninho Alves, Tina Pereira) – (Santuário do Caraça – Minas / 1991) http://www.youtube.com/watch?v=liNE35oblqg

Syrinx (1913), de Claude Debussy – Odette Ernest Dias, na porta da Igreja Nossa Senhora Mãe dos Homens (Santuário do Caraça – Minas / 1991) http://www.youtube.com/watch?v=ZMjMeVH5jKo

Olha de Cinegrafista: passeio pela natureza e ensaio de um trio: Cláudia Castro, Danilo Mezzadri e Paula http://www.youtube.com/watch?v=tkOZACs78vY

Concerto na Igreja N.S. Mãe dos Homens, c/ abertura de Pe. Tobias Zico. Músicos: Elza kazuko (órgão), Toninho Alves e Tina Pereira (flautas), Kim Ribeiro (cello): http://www.youtube.com/watch?v=EkYVWvHXEK0

Quarteto com Ariadne Paixão, Toninho Guimarães, Alexandre Daloia (flauta em sol) e Raul Costa d’Avila – Marc Berthomieu – Os Gatos (I mov.) Gato Persa http://www.youtube.com/watch?v=owJob170G0Y

CINEGRAFISTA: Cid (sobrenome ?)

Como chegar no Caraça?

De Belo Horizonte ao Caraça, uma das opções é ir de ônibus (Viação Pássaro Verde) até Santa Bárbara, que fica a 120 Km de BH. A viagem dura aproximadamente 2h e 30 min. e o preço da passagem está em torno de R$25,00.

Consulte o site da Pássaro Verde e veja os horários:

http://www.passaroverde.com.br/portal/consulta/transporte-rodoviario

Da Rodoviária de Santa Bárbara até o Santuário do Caraça a opção é Taxi, que pode ser dividido por 3 ou 4 pessoas, a depender da bagagem.

Breve postaremos mais informações e, se possível, outras opções p/ ir da Rodoviária ao Santuário.

Confiram:

https://encontronacionaldemusicosnocaraca.wordpress.com/2011/10/23/encontro-na-rodoviaria-em-bh-domingo-611/

______________________________________________________________________________

Abaixo-assinado: em defesa da Serra do Caraça

Em defesa da Serra do Caraça. 

O que se deseja?!

Adoção urgente, pelas autoridades competentes, das providências cabíveis para a delimitação de toda a extensão da Serra do Caraça e de seu entorno, já declarada Monumento Natural e tombada pela Constituição do Estado de Minas Gerais, a fim de que seja efetivamente protegido e preservado um dos mais importantes patrimônios do povo mineiro“.

Apoie esta causa! Clique no link abaixo e veja o procedimento, é rapidinho !

http://www.santuariodocaraca.com.br/cultura/abaixo_assinado_em_defesa_da_serra_do_caraca.php

Pre-inscritos

– Natália Bueno

– Guilherme Andreas Maciel Nascimento

– Odette Ernest Dias

– Franklin Correa

– Raul Costa d’Avila

– Nina de Paula

– Júlio Warken Zabaleta

– Cosme Silveira

– Francisca Aquino

– Paulo Magno Borges

– Cláudia Castro

– José Benedito Vianna Gomes

– Kim Ribeiro

– Toninho Alves

– Lucas Raposo

Atividades do Encontro

DOMINGO (06/11)

19:30 |  Recital de boas-vindas aos participantes

– Odette E. Dias (flauta) e Lucas Raposo (órgão)

– Duo Robatto (flauta e clarinete) – a confirmar

– Mario Ulloa (Violão) & Daniel Guedes (Violino) a confirmar

______________________________________________________________

SEGUNDA a QUINTA-FEIRA (7, 8, 9 e 10 de novembro de 2011) 

10:00  : 12:00 | Apresentação de atividades: palestras e colóquios

14:30 : 17:00 | Encontros musicais

19:30 :  20:30 | Recitais na Igreja

21:00 :  22:30 | Saraus

______________________________________________________________

Pré-inscrição / Contato

A pré-inscrição poderá ser feita através do E-mail:

musicosnocaraca@gmail.com

Favor enviar os seguintes dados:

Nome completo / data de nascimento / instrumento / se profissional, local (instituição) onde desenvolve sua atividade / se estudante, instituição onde estuda / foco de interesse no Encontro /

_______________________________________________________________

Convidados

Os convidados e a programação do I ENCONTRO NACIONAL  DE MÚSICOS NO CARAÇA ainda estão em fase de elaboração, entretanto, listamos a seguir artistas e professores cuja presença já está confirmada e outros cuja presença ainda está em fase de confirmação:

– Odette E. Dias

– Lucas Raposo

– Francisca Aquino

– Kim Ribeiro

– Franklin Correa

– Raul Costa d’Avila

– Antonio Carlos Guimarães

– Elza Kazuko – a confirmar

______________________________________________________________

Organizadores do Encontro


Odette Ernest Dias

Odette Ernest Dias

Flautista e pesquisadora francesa, naturalizada brasileira. Nascida em Paris em 1929, estudou flauta transversal, história da música e estética no “Conservatório de National Supérieur de Musique” onde obteve em 1951, o primeiro prêmio de flauta e a primeira medalha de estética. No mesmo ano, obteve por unanimidade a “primeira medalha de flauta” no Concurso Internacional de Genebra (Suiça). Em 1952, veio ao Brasil a convite do Maestro Eleazar de Carvalho para integrar a OSB (Orquestra Sinfônica Brasileira) da qual fez parte até 1969, quando passou aos quadros da Orquestra Sinfônica Nacional até 1974. Foi membro das orquestras da Rádio Tupi, Mayrink da Veiga, Rádio Nacional e TV Globo. Participou de inúmeras gravações com artistas brasileiros popular. Desenvolveu atividade como solista de orquestra, recitalista e camerista tendo fundado o Conjunto “Camerata do Rio”. Foi professora do Conservatório Brasileiro de Música e da Pró-Arte. Convidada pela UnB (Universidade de Brasília) em 1974, permaneceu até 1994 como professora de flauta, estética e musicologia. É titular daquela Universidade por “notório saber”. Foi professora visitante da UT (Universidade do Texas / Austin) no ano letivo de 1982; professora visitante da UFMG em 1992. Nos últimos 25 anos seu interesse crescente pela formação da música brasileira tem sido o incentivo para pesquisa desse assunto, tendo como resultado vários discos gravados, artigos e livros publicados e participação em congressos especializados, além de recitais freqüentes no Brasil e no exterior.

Antonio Carlos Guimarães

Antonio Carlos Guimarães

É professor de flauta na Universidade Federal de São João del-Rei. Doutor em Artes Musicais pela University of  Iowa, EUA. Apresentou-se em diversas regiões do Brasil e lecionou em vários Festivais de Música, recentemente lecionou um seminário e master-classe de Música Brasileira para Flauta na Academia de Música de Malmö, Suécia. Em 2004 apresentou-se como convidado do VI Festival de Flautistas de Salvador promovido pela ABRAF. Estudou flauta com Artur Andrés, Odete Ernest Dias, Antonio Carrasqueira, Tadeu Coelho, Robert Dick, Keith Underwood, e no Aspen Music Festival com Mark Sparks. Diretor de Eventos Científicos da ABRAF (2011/2014).

Raul Costa d'Avila

Raul Costa d'Avila

Professor de Flauta Transversal na Universidade Federal de Pelotas. Integrante do NuMC / UFPel – Núcleo de Música Contemporânea. Mineiro de Ubá, vem participando de vários acontecimentos musicais entre eles: III Encontro Estadual de Flautistas do RS (UFPel / 2010 – Coordenador), Cycle de Musique Contemporaine du Brésil (Paris / 2010), VI Contemporâneo RS / Pelotas (2009), II Encontro Estadual de Flautistas do RS (UFSM / 2009); Festivais Internacionais de Flautistas/Associação Brasileira de Flautistas, entre outros. Autor do livro, “A Articulação na Flauta Transversal Moderna Uma abordagem histórica, suas transformações, técnicas e utilização”, publicado pela Editora da UFPel, 2004. Doutor em Música pelo Programa de Pós-Graduação em Música da Universidade Federal da Bahia. Secretário da Associação Brasileira de Flautistas (ABRAF) gestão 2011/2014.

Sobre o Santuário do Caraça

O Santuário do Caraça, fundado em 1774 para ser uma Casa de Hospedagem para a acolhida de peregrinos e visitantes, que quisessem, principalmente, se converter e mudar os rumos de sua vida. Foi reativado como Pousada a partir da década de 1970, depois de 150 anos dedicados à educação e à formação intelectual de meninos e de seminaristas. Hoje conta com mais de 40 apartamentos e quartos, além de algumas casas, com acomodações mais simples, para a hospedagem de até 180 pessoas.

É um lugar em que 11.000 alunos estudaram com todo afinco e disciplina. Por lá passaram pesquisadores como Auguste de Saint-Hilaire, em 1816, e a Carl Friedrich Philipp von Martius, que estudou a flora do Caraça em 1818, ainda no tempo do Irmão Lourenço. Renomados intelectuais e políticos brasileiros também tiveram sua formação no Colégio do Caraça.

Como Centro de Cultura, o Caraça mantém a tradição de ser centro de educação, não mais de educação formal de meninos como nos tempos do Colégio, mas de educação amplamente considerada, como se pensa hoje nas novas formas de compreensão educacional: uma educação interdisciplinar, in loco, apoiada na multiplicidade das ciências e em relação direta com a existência dos estudantes.

Estar num local como o Caraça é retomar a convicção sobre o valor da educação e da cultura. Lá tudo conspira à reflexão, a constante busca do conhecimento e, naturalmente, à ampliação do horizonte, seja ele de natureza espiritual, intelectual e artística.

http://www.santuariodocaraca.com.br/

Sobre o Encontro

O Encontro Nacional de Músicos no Caraça reunirá, no Santuário próximo à cidade de Santa Bárbara / MG, músicos profissionais, estudantes e amantes da arte, com o propósito de promover troca de experiências e informações, atualizações sobre a pedagogia, reflexões sobre a situação atual do mercado profissional e, sobretudo, vivência de práticas musicais. O Encontro tem também como propósito celebrar os 20 anos da realização do I Encontro Nacional de Flautistas, ocorrido no próprio Santuário Caraça, em outubro de 1991, idealizado e organizado pela flautista e professora Odette Ernest Dias.

Estão previstas palestras,  workshops, oficinas sobre postura, manutenção de instrumentos, exposição de bocais de madeira, e, naturalmente, apresentações musicais com diferentes possibilidades de formações, timbres, arranjos e estilos. A programação musical surgirá do confronto cotidiano das atividades e realizações de cada um dos participantes, com apresentações na igreja de estilo neo-gótico Nossa Senhora Mãe dos Homens, no adro, no museu, nos jardins do Santuário e no restaurante.

Sobre o repertório, o Encontro contempla tanto a música dita erudita quanto a popular. Será realizado de 6 a 10 de novembro e as pre-inscrições podem ser realizadas através do E-mail: musicosnocaraca@gmail.com

Ainda que este Encontro tenha surgido a partir de um Encontro de Flautistas e que muitos de seus participantes e co-organizadores sejam flautistas, é importante salientar que Encontro é totalmente aberto a outros instrumentistas e profissionais envolvidos com a música.